Escolha uma categoria
ATIVIDADES
132
PERGUNTA
197
INFORMAÇÃO
8727
CHECKLISTS
28
EVENTOS
37
VALÊNCIAS
1421
SERVIÇOS
4435
PRODUTOS
24
CONSULTORES
90
dormir
INFORMAÇÃO
Diagnóstico e tratamento da enurese noturna
Prime Senior - Departamento de conteúdos
Acompanhamento de idosos.
Um registo detalhado dos sintomas de um idoso e de um caso podem ser úteis. Manter um diário durante vários dias deve ser providenciado para auxiliar no desenvolvimento de um diagnóstico, e posteriormente requisitar quaisquer testes adicionais e desenvolvendo um plano de cuidados adequado.

Não se envergonhe de partilhar estas informações pessoais. Como acontece em qualquer problema de saúde, fornecer um quadro completo do problema ajudará a melhorar a precisão e a velocidade do diagnóstico e tratamento. Não se esqueça de incluir os seguintes nos registos a efetuar:

  • Tempos de micção ao longo do dia e da noite;
  • Episódios de incontinência durante o dia e a noite;
  • Quantidade estimada de urina anulada de cada vez;
  • Informações detalhadas sobre a ingestão de líquidos (tempo, quantidades e tipo de bebidas consumidas);
  • Natureza do fluxo urinário (O fluxo de urina é forte e consistente? Há dificuldade em começar a urinar? Gotejamento contínuo?);
  • Episódios de infeção do trato urinário;
  • Outros sintomas associados à micção e enurese noturna, como suores noturnos.

Apoio médico…
Para além de reduzir as opções de tratamento para a enurese, é importante detetar a causa da mesma.

Depois de reunir todas as informações descritas anteriormente, o médico, normalmente, fará um exame físico, fará uma avaliação neurológica e prescreverá uma análise à urina..

Testes adicionais podem ser necessários para reunir mais informações sobre o que pode ser a causa da incontinência noturna. A urofluxometria é um desses testes e permite analisar a velocidade e o fluxo rinário. Outro procedimento é o uso de uma máquina ultrassônica, um procedimento não invasivo para verificar o esvaziamento incompleto da bexiga e para medir qualquer residual de urina pós-vazio na bexiga.

Outros testes poderão ser recomendados pelo profissional de saúde.

Possíveis tratamentos para a enurese noturna.
Idosos com enurese noturna persistente, normalmente, marcam uma consulta com seu médico de médico de família para resolver o problema. No entanto, em alguns casos pode exigir o encaminhamento a um especialista, como um urologista ou um especialista em distúrbios do sono. Pode ser desconfortável discutir as funções corporais com outra pessoa, mas com o recurso a estes profissionais os episódios de incontinência noturna podem ser minimizados ou completamente curados. Os tratamentos podem incluir:

  • Monitoramento da ingestão de fluidos: limitar a ingestão de líquidos no final da tarde e à noite antes de dormir, o que resulta numa diminuição da produção de urina durante a noite. Este poderia ser um primeiro passo simples para reduzir as “noites molhadas”.Evitar cafeína e álcool, que podem irritar a bexiga, pode ser útil também. Importa, no entanto, não esquecer que hidratação é importante, é crucial para a saúde geral e a ingestão de líquidos deve de ocorrer noutros períodos do dia;
  • Treinamento do volume da bexiga: esta técnica ajuda a aumentar o controlo e o volume da bexiga naqueles que têm uma pequena incapacidade funcional da bexiga.Através do treinamento, a capacidade funcional da bexiga aumenta, tornando os vazios menos frequentes. Este método pode ser particularmente útil para aqueles com condição de bexiga hiperativa, em que os músculos da bexiga se contraem frequentemente e involuntariamente;
  • Sistemas de alarme de cama molhada: um alarme de enurese na cama é um dispositivo que desperta um idoso do sono assim que o acidente começa. Existem várias variações desses alarmes, que podem incluir alarmes de vibração ou sonorização e até mesmo dispositivos de deteção da humidade que podem ser conectados à roupa íntima ou a uma almofada na qual o indivíduo dorme. Uma vez acordado, um idoso pode interromper o fluxo de urina, terminar no WC e voltar para a cama. Como o treinamento do volume da bexiga, leva algumas semanas para funcionar, requer motivação e comprometimento;
  • Anulação noturna programada: embora esta opção não trate o problema subjacente, pode ser útil na prevenção de lençóis sujos. Esta técnica envolve a configuração de um alarme durante a noite, num horário aleatório para acordar e urinar;
  • Terapia farmacológica: medicamentos diferentes estão disponíveis para o tratamento da enurese noturna. Estes podem ser usados sozinhos ou em combinação com alguns dos tratamentos comportamentais. Muitos estudos demonstraram que, embora o tratamento farmacológico isolado possa ser eficaz no tratamento da enurese noturna, as taxas de recaída são altas após o tratamento terminado. Não tem como alvo a condição subjacente ou fatores causais de molhar a cama;
  • Estimulação do nervo sacral: se as abordagens menos invasivas ao tratamento da enurese noturna não forem bem-sucedidas, procedimentos cirúrgicos como a estimulação no nervo sacral podem ser recomendados. Os nervos sacrais localizados na parte inferior das costas são responsáveis por impulsos sensoriais e motores em toda a parte inferior do corpo. Estimulação do nervo sacro para bexiga hiperativa envolve a ativação de nervos específicos que controlam os músculos envolvidos na função da bexiga. A estimulação do nervo sacral é recomendada para pessoas com incontinência de urgência moderada a grave e para as quais outros tratamentos são contraindicados;
  • Cistoplastia: este é um procedimento cirúrgico que é realizado para reduzir a instabilidade e aumentar a capacidade da bexiga;
  • Miomectomia do detrusor: este procedimento cirúrgico envolve a remoção de uma porção da parede da bexiga. O objetivo é reduzir a força e a frequência das contrações da bexiga e, portanto, aliviar os sintomas urinários de urgência e bexiga hiperativa.


|Fonte: AgingCare|

Infográfico: Como dar banho a um idoso acamado na cama?
INFORMAÇÃO
Infográfico: Como dar banho a um idoso acamado na cama?
Prime Senior - Departamento de Marketing e Design
Infográfico: 9 Maneiras de reduzir a raiva na demência
INFORMAÇÃO
Infográfico: 9 Maneiras de reduzir a raiva na demência
Prime Senior - Departamento de Marketing e Design
Infográfico: Arquivo médico de emergência que cada cuidador deve criar
INFORMAÇÃO
Infográfico: Arquivo médico de emergência que cada cuidador deve criar
Prime Senior - Departamento de Marketing e Design
Para ajudar todos os cuidadores a PrimeSenior criou um "modelo" de arquivo médico que coloca disponível para download (grátis). Faça download do seu e tenha um para cada pessoa que cuida.

Link de acesso direto: https://www.primeseni
or.com/_arquivo_medico_que_cada_cuidador_deve_de_ter
Infográfico: 4 Dicas para lidar com o medo do fracasso no cuidado
INFORMAÇÃO
Infográfico: 4 Dicas para lidar com o medo do fracasso no cuidado
Prime Senior - Departamento de Marketing e Design
Uma das coisas mais stressantes na esfera dos cuidados é o medo do fracasso. Isso acontece porque não há manual de instruções, a maioria das situações são novas e diferentes e não há como saber se o que está a fazer está "certo".
Infográfico: 3 Maneiras de prevenir o stress e desgaste do cuidador
INFORMAÇÃO
Infográfico: 3 Maneiras de prevenir o stress e desgaste do cuidador
Prime Senior - Departamento de Marketing e Design
O stress é algo comum no seio dos cuidadores e é importante que se tenha em mente que não é possível eliminar completamente o stress do cuidador, mas há muitas maneiras de o tentar reduzir, bem como os seus efeitos negativos.
P.S. Atividades
INFORMAÇÃO
9 Atividades apropriadas para seniores com problemas de mobilidade
Prime Senior - Departamento de conteúdos
9 Atividades ótimas para idosos com mobilidade reduzida
1. Leitura
A leitura é uma atividade fantástica para pessoas mais velhas. É uma maneira divertida de passar o tempo e manter o cérebro envolvido.

A leitura também permite melhorar a memória, reduzir o stress, melhorar o sono e atrasar o declínio cognitivo.

Independentemente de gostarem de ler livros físicos, revistas, usar um e-reader ou ouvir audiolivros, eles podem mergulhar numa história bem contada, olhar para fotografias ou aprender sobre um novo tópico interessante.

Organizar um clube do livro entre os amigos é outra maneira dos idosos se divertirem lendo e socializando.

2.Explorar uma variedade de hobbies
Os hobbies são ótimos para idosos com mobilidade reduzida.

As atividades que não exigem muita movimentação incluem cozinhar, observar, tricotar, fazer crochê, jardinagem interna , tocar um instrumento musical ou aprender um idioma.

Este também é o momento perfeito para aprender algo novo - talvez hajam hobbies ou interesses que eles nunca tiveram a oportunidade de ser explorados antes.

Aprender também é uma ótima maneira de manter a mente ativa e evitar o tédio.

3. Exercitar-se regularmente

Mesmo que a pessoa mais velha não seja muito mexida,  existem exercícios que estes podem fazer para movimentar os seus corpos.

Quer estejam sentados ou em pé, eles ainda podem obter os benefícios de saúde e humor, especialmente com exercícios sentados ou rotinas de ioga na cadeira.

Também existem rotinas de exercícios que podem ser feitas usando um andadrilho ou apenas focado nos pés e tornozelos para reduzir o inchaço. Na plataforma prmesenior.com, encontra alguns exercícios simples.

4.Ser criativo

Entrar em contato com seu lado criativo é outra maneira divertida dos idosos passarem bem o tempo.

Desenhar, colorir, pintar e esculpir são maneiras maravilhosas de ser criativo. Projetos divertidos podem incluir a criação de álbuns de recortes, a organização de álbuns de fotos da família ou a criação de um livro de receitas para a família.

Além disso, ser criativo também traz benefícios à saúde.  As pesquisas concluiram que atividades criativas podem ajudar as pessoas que lutam contra doenças crónicas a diminuir emoções negativas e aumentar emoções positivas, reduzir o stress e a ansiedade e melhorar os resultados médicos.

5. Passar algum tempo ao ar livre
Sair para passar um pouco de tempo na natureza é relaxante e um ótimo estimulante de humor.

Uma mobilidade limitada não significa que a pessoa apenas possa ir até à varanda ou sentar-se ao lado de uma janela. Sair do meio que está habituado e apanhar ar fresco ou ver a paisagem é uma ótima atividade quotidiana.

6. Divertir-se com outras pessoas

Pedir a familiares ou amigos com bebés ou animais de estimação amigáveis para se encontrarem, é outra maneira fantástica de envolver uma pessoa com mobilidade condicionada.

Quase todos se animam na presença de crianças pequenas. E brincar com animais de estimação é outra maneira infalível de animar e reduzir o stress.

7. Jogar
Jogos e quebra-cabeças são uma fonte fantástica de momentos divertidos.

Há tantas opções para escolher, seja a sós ou em grupo.

Experimente alguns jogos clássicos ou jogos de cartas, quebra-cabeças ou palavras cruzadas. Consulte a plataforma primesenior.com» atividades (https://www.primesenior.com/_activity_list_1) para se inspirar.

8.Ver filmes, programas de TV ou música
Assistir à TV o dia todo, todos os dias não é um passatempo saudável, mas um filme ou alguns programas de TV podem ser uma parte agradável do dia ou da semana.

Assistir TV pode até se cruzar com um hobby. Por exemplo, a pessoa idosa pode estar interessada em ver um documentário sobre um tema sobre o qual está a aprender.

Ouvir (ou cantar juntos) músicas que eles gostam é outra ótima atividade.

A música tem o poder de reduzir o stress, a ansiedade e a dor. Também melhora a função imunológica e o sono, além de ajudar na memória.

9. Participar em obras de caridade

Mesmo se a pessoa não for muito ativa ainda poderá contribuir..

É uma maneira maravilhosa de permanecer ocupado e sentir uma sensação de propósito e realização.

Entre em contato com instituições de caridade, hospitais ou organizações religiosas locais para descobrir se existe algum projeto com o qual a pessoa idosa possa contribuir.



|Fonte: Dailycaring.com|