ENTRAR
registo | recuperar palavra-passe
x
Por favor preencha o seu email
Por favor preencha a sua password
Password e/ou email inválidos
Entrar com GOOGLE
INFORMAÇÃO
1113
CONSULTOR
86
TÉCNICO AUXILIAR
226
EQUIPAMENTO SOCIAL
1412
SERVIÇO
4731
PRODUTO
9
EVENTO
25
Demência Multienfartes
A demência multienfartes é uma causa comum de perda de memória em idosos e é causada por múltiplos derrames (interrupção do fluxo sanguíneo para o cérebro). Alguns desses derrames podem ocorrer sem sintomas clínicos percetíveis e nesses casos são designados como "traços silenciosos".


INFORMAÇÃO
P.S. Demencia

Um indivíduo com um “derrame silencioso” pode não se aperceber do que está a acontecer, sem que, com o tempo, à medida que mais áreas do cérebro são danificadas e mais vasos sanguíneos são bloqueados, os sintomas da demência multienfartes comecem a aparecer. Este tipo de demência pode ser diagnosticada através de uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada do cérebro, juntamente com um exame neurológico. Os sintomas incluem:
- Confusão ou problemas com a memória a curto prazo;
- Desorientação espacial;
- Andar com passos rápidos e arrastados;
- Perda de controlo da bexiga ou intestino;
- Rir ou chorar inapropriadamente;
- Ter dificuldade em seguir as instruções e
- Ter dificuldades em transações monetárias.

A demência multienfartes geralmente manifesta-se em pessoas com idades compreendidas entre os 60 e os 75 anos e maioritariamente em indivíduos do sexo masculino. Como os sintomas da demência multienfartes são semelhantes à demência de Alzheimer, o seu diagnóstico não é fácil. Nos casos em que ambas ocorrem em simultâneo, fazer um diagnóstico de uma ou outra é ainda mais complicado.

Existe algum tratamento?
Não há forma de reverter os danos cerebrais causados por um derrame. Sem dúvida que o melhor tratamento se concentra na prevenção de acidentes vasculares cerebrais futuros, controlando ou evitando as doenças e condições médicas que colocam as pessoas em alto risco, como:
- Hipertensão arterial;
- Diabetes;
- Colesterol alto e
- Doenças cardiovasculares.

O melhor tratamento para demência multienfartes é o mesmo que para outras doenças - a prevenção - comer de forma saudável, praticar exercício físico, não fumar, não abusar do consumo de álcool e manter um peso saudável.

Qual é o prognóstico?
O prognóstico para indivíduos com demência multienfartes é, geralmente, ruim. Os sintomas podem começar de repente, muitas vezes num padrão “passo a passo” após cada derrame. Algumas pessoas com este tipo de demência podem até parecer melhorar por curtos períodos de tempo, e depois piorar.

O distúrbio geralmente segue um curso descendente com períodos intermitentes de rápida deterioração. A morte pode ocorrer por acidente vascular cerebral, doença cardíaca, pneumonia ou outra infeção.



|Fonte: Agingcare.com|
partilhar

Autor / responsável técnico / fornecedor
Prime Senior Editor
Categorias
Cuidado a idosos | Cuidados a idosos com demência | Cuidadores | Demência | Dependência | Envelhecimento | Envelhecer em Casa | Gerontologia | Idosos