ENTRAR
registo | recuperar palavra-passe
x
Por favor preencha o seu email
Por favor preencha a sua password
Password e/ou email inválidos
Entrar com GOOGLE
INFORMAÇÃO
1113
CONSULTOR
86
TÉCNICO AUXILIAR
226
EQUIPAMENTO SOCIAL
1412
SERVIÇO
4731
PRODUTO
9
EVENTO
25
Gerir comportamentos desafiadores da demência – as 4 questões mais populares
A demência é uma doença cerebral complexa, que altera o comportamento, as habilidades e a sensação de bem-estar da pessoa.

Entender o que está a causar os comportamentos desafiadores ou confusos ajuda a responder, sem causar discussões. Minimizar conflitos tornará a vida mais fácil e menos stressante, quer para cuidadores, quer para as pessoas que necessitam dos cuidados.

De seguida encontram-se as 4 questões mais populares, quando o assunto são os comportamentos desafiadores em pessoas demenciadas, bem como as respetivas respostas.



INFORMAÇÃO
P.S Entrevista

1. O meu pai, agora, comporta-se de maneira diferente. Sinto que não o conheço. Como posso relacionar-me melhor com ele?
A demência pode mudar o comportamento, a fala e as interações, mas a identidade da pessoa, essa não muda.

Procure novas maneiras de se “encontrar” com ele, como ouvir as suas músicas favoritas, ver fotos de períodos da vida marcantes, (…). Incidir sobre área do interesse dele é uma boa solução.


2. Eu não entendo o comportamento da minha mãe. Ela faz coisas onde existe um alto risco de se magoar e isso deixa-me frustrada. O que posso fazer para que pare?
Neste caso, a sua mãe precisa de um propósito ou tarefa para mantê-la ocupada e reduzir a necessidade de fazer tarefas que a colocam em risco. Como ela não pode planear atividades para si mesma, é importante que adapte algumas das suas atividades favoritas, para que continue a participar em atividades que sempre realizou.

Importante: Em vez de dizer á pessoa com demência o que não fazer, diga-lhe o que fazer. Dê instruções claras e adapte as atividades à sua habilidade atual.


3. Como faço para que minha mãe pare de recusar comida e ajude com as tarefas necessárias?
Não pode forçá-la a nada – tenha em mente isso!. É importante lembrar-se que uma pessoa com demência não é uma criança.

Quando alguém com demência se recusa a fazer algo, é preciso descobrir qual o motivo que leva a essa mesma recusa. Muitas vezes, a recusa advém do medo ou do desconforto físico. Se conseguir descobrir o motivo, estará no caminho certo para resolver o problema.

É importante que a pessoa com demência se habitue a uma rotina diária estruturada. Quando atividades diferentes acontecem em momentos diferentes a cada dia, a vida pode ser imprevisível e assustadora para a pessoa, pois não sabe o que vem a seguir.


4. A minha mãe diz que tem medo de coisas que claramente não existem. Como posso acalmá-la?
A primeira coisa a fazer é tratar tudo o que ela diz como se fosse real, porque para ela é.

A realidade dela não é a mesma que a sua, por isso é importante que se adapte. Contrariá-la ou tentar usar a razão para explicar o medo só a deixará mais assustada e/ou agitada.

Depois de concordar calmamente com ela, tente distraí-la com pensamentos ou atividades agradáveis. Olhar para as suas fotos favoritas, comer ou beber algo que goste pode ajudar a consolá-la e acalmá-la.



|Fonte: DailyCaring.com|
partilhar

Autor / responsável técnico / fornecedor
Prime Senior Editor
Categorias
Cuidado a idosos | Cuidados a idosos com demência | Cuidadores | Demência | Envelhecimento | Gerontologia | Idosos